Cobras ajudam no controle da cadeia alimentar

Você é daqueles que pensa que a cobra é um dos animais que não deveria existir? Grande erro. Todos os animais possuem uma função no meio ambiente e por isso eles estão lá. Podemos dizer com toda a certeza que a cobra tem um espaço importante na cadeia alimentar e seu espaço, quando aberto, pode fazer falta. As cobras ajudam a equilibrar certas populações de insetos que podem se tornar uma verdadeira praga natural e acabar com plantações inteiras!

cobras

Os hábitos das cobras carnívoros são bem interessantes para estarem perto de sua casa. Pessoas que moram em casas perto de reservas florestais contam com uma grande vantagem: elas não sofrem com pragas de ratos. Os roedores são os principais alimentos de cobras de diversas espécimes que se beneficiam tanto com os hábitos noturnos dos ratos como  com a facilidade de os pegar, já que são animais sem muitos reflexos.

Diversas pragas para os humanos podem ser evitadas com a população de cobras como de ratos, de sapos e lagartos. Contudo,  o excesso de cobras também fará mal ao ciclo da vida. Com cobras demais, elas se alimentariam de lagartos, que são importantes para eliminar a super população de insetos, também consideradao pragas domésticas e causam alergias e maus diversos aos homens. 

cobras

O equilíbrio da natureza por animais é importante. Muitos plantadores preferem que as cobras fiquem em suas plantações, pois elas não se alimentam de plantas mas se alimentam dos insetos e roedores que se alimentam das plantas. As cobras podem evitar pragas que danificam plantações de flores e alimentos sem oferecer riscos à população porque podem ser do tipo não peçonhenta.

Uma superpopulação de cobras também causa danos tanto as espécimes, que se auto alimentarão pela competição por refeições como a escassez de outros animais, podendo levar alguns bichos à extinção. As cobras também são canibais quando faltam alimento.  

 

Comments
  1. bruna
    Responder
    • Cobras.Net
      Responder

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *