Cobra Bico de Jaca

No reino das cobras, é possível encontrar espécies e tipos variados de serpentes, dês das mais conhecidas até as que nunca ouvimos falar, uma dessas cobras é a Lachesis mutamais conhecida como surucucu, surucutinga,surucucutinga, surucucu-de-fogo, surucucu-pico-de-jaca e cobra-topete, seu nome Lachesis muta é um nome cientifico recebido, mas seu nome mais comum é surucucu, eis que é uma cobra venenosa e também muito perigosa, ela é a maior cobra peçonhenta da América do Sul.

O nome “Surucucu” vem do tupi suruku’ku. “Surucucutinga” e “surucutinga” vêm do tupisuruku’kutinga, “surucucu branca”. Lachesis é uma referência a Láquesis, uma das três Moiras mitológicas gregas que decidiam o destino dos seres humanos e dos deuses,Muta (“muda” em latim) é uma referência ao fato de a surucucu vibra sua cauda, como a cascavel faz porem sem, no entanto, produzir o ruído que a cascavel é capaz de produzir.

Ela vive em florestas mais densas, e pode ser encontrada principalmente na Amazônia, mas existem fatos de que já ouve presença desse animal até mesmo em áreas mais isoladas, de resquícios de Mata Atlântica.

Em sua mesma espécie temos a Lanchesis muta rhombeata, que é uma surucucu porem sua única diferença é que ela é amarela com desenhos negros, e a mesma esta na lista dos animais ameaçados de extinção, uma dura realidade, onde os únicos culpados somos nós mesmos.

 Há quem pense que só porque as cobras são animais peçonhentos animais perigosos, os mesmos tenham que ser mortos para eliminar o perigo, mas é ai que a maioria se engana, animais desses podem fazer uma enorme falta na natureza, e causar um desequilíbrio na fauna, vale lembrar também que se muitos desses bichos têm aparecido fora de seu habitat natural, é porque eles só estão tentando se proteger, ou fugir, de predadores ou até mesmo queimadas e coisas do tipo causadas pelo homem que destrói sua natureza, ou seja, os únicos culpados somos nós mesmos, e o melhor a fazer é se conscientizar e se informar sobre o respectivo assunto e é claro passar isso a diante para que esse erro deixe de ser cometido, pois se não pararmos, nos seremos os únicos culpados pela destruição da fauna e da flora mundial.

4 Comentários

  1. xerereca says:

    Nossa que interessante este site eu estou aprendendo mt

  2. amiga das cobras says:

    em primeiro lugar quero dizer que adorei esse site, esse site só fala puras verdades…e as cobras só vão te atacar se sentir se incomodada com a sua presença então deixa a bichinha viver que mal ela te fez?eu adoro cobras apesar que nunca tive oportunidade de toca-las mas já vi de perto muitas,eu amo cobras se pudesse criar eu criaria, tenho 12 anos mas isso n é invenção de criança não. isso se chama amor pela natureza coisa q todos deveriam ter,não acha que já chega de desmatamentos não?chega disso vcs só vão se aquietar quando não tiver mas plantações para limpar o ar que vcs respiram e quando todos os animais entrar em extinção pq n terá plantas para comer,o maior prejudicados somos nós,o q será que vamos comer?,se não tem plantas,nem animais para vc comer,e nem ar puro para respirar,e aquela agua de coco q vc adora tomar quando ta o solzão n terá mai pois digo ame os animais e a natureza!!

  3. Ledejam Souza says:

    Muito interessante esse site. tinha curiosidades sobre essa cobra, pois quando eu era criança, sofri um acidente com essa espécie de cobra, a Pico-de-Jaca. Tive sorte pois saí vivo, porém sem uma perna, pois de tão grave que foi o acidente tiveram que amputar a minha perna. Muitos tem raiva dessa espécie na região onde moro, mas essa espécie de cobra só ataca para se defender, no meu casa foi um descuido de criança que causou o acidente, não a vi e pisei em cima da mesma que para se defender desferiu o “bote”. Graças a Deus que perdi “apenas” a perna e não restaram sequelas maiores. Essa cobra faz jus à fama que possui na região onde vive: “Quando não mata, aleija”.

  4. Etevaldo says:

    É muito lamentável matar por matar.
    Não criamos a natureza.
    Não temos o direito de matar os seres que Deus criou.
    Há um propósito para que esses animais estejam na natureza.
    Um deles é o equilíbrio do ecossistema.
    Animais peçonhentos matam animais que podem até mesmo causar males muito maiores ao ser humano.
    Parabéns pela publicação.

Deixe um comentário