Espécies Raras de Cobras

Muitas espécies de animais são desconhecidas ou mesmo pouco reconhecidas pelo homem, que durante muito tempo achou que ela o rei do universo e o único a poder ser dono das coisas e de tudo.

Com o aumento populacional e o desenvolvimento da humanidade, e não da humanização, os cientistas passaram a catalogar espécies de animais e a contá-los e descobrir através desta atividade o quanto o homem é predador.

Em nome do conforto e do luxo, da riqueza e da soberania, o homem foi ocupando espaço e eliminando os oponentes, naturais ou que habitavam o seu redor.

Ao longo de milhares de anos foi eliminando espécies que jamais saberemos que existiram, e mesmo assim não para e segue nesta linha de sobrepor sua vontade sobre o restante dos habitantes do ecossistema.

Com a atitude dos homens e a preservação sendo defendida agora e há pouco tempo em larga escala, digo pouco em relação às atividades de destruição que já existiram há milhares de anos, novas espécies estão sendo encontradas e consideradas muito raras na natureza.

Espécies raras de cobras foram recentemente descobertas, e talvez muitas outras ainda iremos descobrir. O que nos acalenta e nos dá uma esperança de renovação da vida.

Uma espécie rara descoberta há pouco tempo e que só se perpetua devido a sua capacidade de se auto reproduzir, ou seja, ela consegue se gestacionar, sem a necessidade dos machos.

Que a vida humana não siga este caminho, mas deixando de lado as brincadeiras, esta espécie a pouco descoberto nos enche de esperança e nos dá um acalento em termos de renovação da fauna e flora de nosso planeta.

Este tipo de cobra rara por sua natureza leva o homem em busca de novas pesquisas e dá uma esperança de que no futuro o equilíbrio possa ser possível, já que a auto-adaptação pode levar ao autoconhecimento, e este fazer a tolerância aflorar, e esta por sua vez, aumentar nosso teor de inteligência que nos servirá para questionar de decidir descobrindo, quem nos colocou no topo da “reino animal” e nos fez mais importante que as outras espécies.

Comments
  1. Responder
  2. Responder
  3. Responder
  4. Vicenzo
    Responder
  5. Responder
  6. Responder

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *