Ataques de sucuri

Muito comum no interior e nas áreas rurais os ataques de cobras, e principalmente de cobras como a sucuri, que é a mais encontrada em nossa fauna e flora, nas matas e a que mais povoa as áreas rurais deste imenso País, e trata-se de uma espécie peçonhenta e muito forte e ágil, além de alcançar tamanhos gigantescos ao passar dos anos. São muito comuns nos pântanos e nos arredores de rios e lagos.

É importante salientar, que muitos destes ataques, são envolvidos por muito folclore e fantasias, tais que envolvem e englobam tamanhos, capacidade e presença constante bem como vitimas que nem sempre podemos confirmar a autenticidade das estórias. Independente dos fatos verídicos ou não, as sucuris são comuns e realmente perigosas, pois a força muscular que esta exerce sobre a vitima, animal ou homem, muitas vezes são fatais ou deixam sequelas irreversíveis.

Ser devorado por uma sucuri não é o desejo nem o anseio de ninguém, entretanto vários acidentes ocorrem no dia a dia, mas em sua maioria a vitima consegue se livrar e leva além de muitas dores um enorme motivo para contar estórias aos amigos e familiares.

Como se prevenir de ataques deste tipo?

Normalmente ataques ocorrem em função da curiosidade tanto do homem quanto dos animais, e são envolvidos pela beleza e as vezes inatividade que esta demonstra, como se não estivesse “nem aí” para o que ocorre a seu redor. Outros ataques comuns são sempre envolvendo duas atividades que o homem gosta de fazer pescar e ingerir bebidas alcoólicas.

O uso em demasia e indiscriminado do álcool a beira de rios, são muitos dos motivos que levam a acidentes envolvendo estes répteis, em função da “coragem e vontade de aventura” que o álcool causa em quem o está fazendo uso. E a própria perda de sentidos e falta de cuidados com o perigo alheio leva muitos a se tornarem vitimas destes animais que estão em seu habitat natural, e nós os viajantes e turistas estamos invadindo sua privacidade.

Pescar é bom, andar no contato da natureza é inenarrável, mas cuidar de sua própria segurança é uma prioridade que não devemos deixar de lado nunca.

Comments
  1. damiao
    Responder
  2. Responder

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *